19. Choupo (Eadhadh/Aspen = E)

O Choupo é a árvore que simboliza determinação, prevenção de doenças, força interior e coragem. Promove a boa comunicação, a firmeza e a negociação. Presságio: uma luta onde a vitória é possível.

E, Eadhadh  >++++<
Choupo – A Árvore da Prudência

Pronúncia: Eh-wah
Tradução: Álamo Tremedor
Nome científico: Populus Tremula
Irlandês: Crann creathach
Galês: Aethnen
Inglês: Aspen/White poplar
Significados básicos: Agitação, orientação e prevenção
Classe: Arbusto
Cor: Erc, “vermelho ferrugem”

Bríatharogaim:

Bríatharogam Maic ind Óc
Eadhadh: commaín carat, “troca de amigos”

Bríatharogam Con Culainn
Eadhadh: bráthair bethi (?), “irmão da bétula” (?)

Bríatharogam Morainn mac Moín
Eadhadh: érgnaid fid, “árvore que discerne”

Comentários:

Conhecimento da Divinação. Orientação, maldição e julgamento.

Eadhadh é o Choupo. A árvore do Choupo tem uma relação muito estreita com o vento; pois as suas folhas crescem de tal maneira que mesmo uma pequena brisa fará com que elas tremam, produzindo assim um farfalhar muito assustador. Portanto, o som do vento, ao passar por entre as folhas do Choupo, assemelha-se a um sussurro. O vento é considerado como o mensageiro e a voz dos Deuses. Conta-se que os druidas faziam adivinhações ao ouvir o ruído das folhas. A madeira da árvore do Choupo também foi muito usada para se fazer escudos, diziam que ela protegia a pessoa da morte e da doença. Está ligado à determinação e aos acordos. Simboliza o Equinócio de Outono.

Mensagem & Coslogenos:

Mensagem: batalha espiritual, compreensão, coragem e proteção. Invertida: medo, dúvida e agitação interior.

Coslogenos: intuição, consciência, reflexão sobre a própria vida, sensibilidade, empatia e linguagem clara.
Invertida: timidez, arrependimento, autocentrismo, propensão a falácia e a crítica.

Coirí Filidechta – Os Caldeirões da Poesia:

  1. Coire Goiriath (Caldeirão do Aquecimento), físico: qualquer que seja o desafio do momento enfrente. Você pode resistir e vencer com determinação. Você pode curvar-se e não quebrar.
  2. Coire Érmai (Caldeirão do Movimento), emocional/mental: fortifique seus pensamentos contra as dúvidas a respeito dos imprevistos que você deve superar. Uma atitude positiva prevalecerá.
  3. Coire Sois (Caldeirão da Sabedoria), espiritual: não ceda a pressões mundanas, o maior auxílio é seu em sua jornada ao renascimento.

(Baseado nos textos de Bellovesos Isarnos)

Rowena A. Senėwėen ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.

Website:
www.templodeavalon.com
Brumas do Tempo:
www.brumasdotempo.blogspot.com
Três Reinos Celtas:
www.tresreinosceltas.blogspot.com


Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e sites consultados na pesquisa dos artigos, clique aqui.