Categoria: Rowena A. Senėwėen

Ser Pagão

Na visão moderna, ser pagão é buscar constantemente harmonizar-se com a infinita sabedoria da natureza, onde se aprende diariamente através da linguagem do Céu, da Terra e do Mar, a decifrar sinais como: o movimento do vento nas folhas das árvores, o canto dos pássaros, o cheiro das ervas e das flores, a formação das …

Continue lendo

Deuses Antigos

Ao iniciarmos os estudos no Paganismo Celta, por exemplo, a primeira sensação que nos advém é de que despertamos para algo novo, mas na realidade estamos nos religando às antigas raízes pagãs, a religião natural da terra baseada na espiritualidade céltica, pois o caminho druídico é baseado na crença de Deuses e Deusas, conforme suas …

Continue lendo

Iniciando a Jornada

Muitas são as dúvidas que surgem quando decidimos seguir uma nova jornada espiritual. A dúvida é o princípio do caminho e o Druidismo emerge das sombras à luz da inspiração. Por onde começar? Caminhar de forma solitária ou afiliar-se a um grupo ou ordem druídica? Penso que todas as formas são válidas. Podemos seguir os …

Continue lendo

Nove Bênçãos do Síde

Adaptação de um texto ritualístico retirado do livro “The Celtic Devotional” de Caitlín Matthews, que combina bênçãos tradicionais, orações e meditações. Este é um encantamento de força, proteção e inspiração, para ajudar na superação de desafios. Nova tradução: Eu banho minhas mãos, Em chuvas de vinho, Na fumaça do fogo, Nos elementos abençoados, Na seiva …

Continue lendo

O Chamado de Avalon

A Ilha Sagrada de Avalon é linda e serena, mas somente para aqueles que preservam a sinceridade no coração. Além das brumas, a madrugada esmorece para dar lugar ao nascer do Sol e finalmente, a inspiração dos Deuses emerge através do tempo. Invoco, com um suave canto, a fonte sagrada e sinto o seu frescor …

Continue lendo

As Faces das Deusas

A característica mais saliente das heroínas femininas épicas apresentarem múltiplas aparências, múltiplos rostos, múltiplos semblantes, geralmente três, tendo em consideração o número simbólico sagrado dos Celtas, o qual tanto se apresenta com a forma de tríade como de triskel, a tripla espiral que, girando à volta de um ponto central, simboliza por excelência o universo …

Continue lendo

Boudicca: a Rainha Vermelha

Com o tempo, os romanos ampliaram seu controle e alguns reis bretões não desejavam guerrear mais tempo com povos tão bem armados e disciplinados e preferiram começar a acreditar que era possível viver em paz com eles, como vizinhos em pé de igualdade. Um desses incansáveis otimistas foi Prasugatus, monarca dos fortes e ricos icenos. Para …

Continue lendo