Categoria: Rowena Ferch Aranrot

Símbolos da Dança e os Mitos

Dançar é a arte de movimentar o corpo harmoniosamente em uma sequência ritmada, ou seja, é a forma como o corpo se move segundo uma composição coreográfica, num determinado tempo e espaço, expressando os mais nobres sentimentos contidos em um segmento musical. A dança quando voltada à terapia, tem o poder de libertar antigas amarras …

Continue lendo

Transformações Interiores

Cada vez mais vejo pessoas centradas nos seus enormes umbigos, buscando apenas respostas para suas “crises existências”. Sem perceber, se perdem por um mundo fantasioso, por vezes, criados em suas mentes conturbadas e quase sempre alimentadas por uma explosão de informações distorcidas pela mídia. Sim, a mídia faz muito bem o papel de alardear o …

Continue lendo

Energia Lunar e seus atributos

A Lua sempre exerceu uma influência notável em nossas vidas, principalmente, nas mulheres que comungam intimamente com suas variações durante os períodos menstruais, chegando até a menopausa. Os antigos sabiam muito bem disso e respeitavam esse poder feminino. Diz a lenda que as mulheres que tinham seus ciclos regulados conforme as fases lunares eram mais …

Continue lendo

A linguagem corporal na visão céltica

“O corpo está na alma e esse reconhecimento dá a ele uma dignidade sagrada e mística.” Dentro da espiritualidade celta encontraremos uma nova ponte entre o visível e o invisível, que pode se manifestar na dança, na música ou na poesia. Uma perspectiva baseada em “Anam Cara – O livro de sabedoria Celta” de John …

Continue lendo

Bríg Ambue e os Campos de Batalha

A Senhora do fogo, da cura e da poesia, celebrada no Festival de Imbolc, possui também um lado sombrio que proclama a justiça através da poesia. A sua força ancestral é tão intensa quanto as demais Deusas que representam a soberania da terra e da guerra, protegendo-nos da maldade e da destruição. Ao contrário do …

Continue lendo

Energias telúricas: dos celtas aos dias atuais

Envoltos numa aura de mistério, poder e magia, os celtas despertam um grande fascínio sobre nós através de seus antigos símbolos perdidos no tempo, da arte e dos mitos, onde espirais e círculos sagrados vibram intensamente até os dias de hoje, com tamanha vivacidade, que chega a ser surreal. Os antigos montes de Newgrange, Knowth, …

Continue lendo

Os Deuses Antigos

Ao iniciarmos os estudos no Paganismo Celta, por exemplo, a primeira sensação que nos advém é de que despertamos para algo novo, mas na realidade estamos nos religando às antigas raízes pagãs, a religião natural da terra baseada na espiritualidade céltica, pois o caminho druídico é baseado na crença de Deuses e Deusas, conforme suas …

Continue lendo

Ser Pagão: Tradições

Na visão moderna, ser pagão é buscar constantemente harmonizar-se com a infinita sabedoria da natureza, onde se aprende diariamente através da linguagem do Céu, da Terra e do Mar, a decifrar sinais como: o movimento do vento nas folhas das árvores, o canto dos pássaros, o cheiro das ervas e das flores, a formação das …

Continue lendo