A Língua Gaélica

As quatro línguas celtas – Galês, Bretão, Gaélico irlandês e escocês – ainda são faladas atualmente. As duas outras – Manx e Córnico – praticamente desapareceram (em relação a história celta) em tempos relativamente recentes, que são uma das principais iniciativas de recuperação dessas línguas por várias comunidades. As razões reais para o seu declínio são mais complexas: emigração, imigração de pessoas que não falam celta, falta de oportunidades sociais, econômicas e educacionais. Outro fator importante no declínio do gaélico foi a relutância da Igreja Católica em aprovar a tradução das Escrituras para as línguas vernáculas e assim o gaélico nunca pode se tornar a língua oficial da religião na Irlanda.

O irlandês antigo está muito próximo ao celta comum, o ancestral de todas as línguas celtas,
representante do ramo Goidélico.

Saudações!

“Cad a dhéanfaimid feasta gan adhmad?
Tá deireadh na gcoillte ar lár.
Níl trácht ar Chill Cais ná a theaghlach
is ní chlingfear a chling go brách.”

O que vou fazer sem as florestas?
Agora que elas foram todas sacrificadas
*Cill Cais e seus parentes não serão mencionados
E não haverá mais o som dos seus pássaros.

* Cill Cais é uma canção que descreve as consequências da destruição das florestas na Irlanda do século XVI. Tradução livre.

Fontes para estudo e pesquisa:
Gaeltachta: History of the Irish Language
Colloquial Irish – The Complete Course
BBC Ireland – Colin and Cumberland
Línguas Celtas – Citações Wikipédia
FORVO: Irish Pronunciation
Projeto ABAIR: Pronúncias

A grafia e a pronúncia do irlandês antigo podem ser bem diferentes quando comparadas ao irlandês moderno. Saiba um pouco sobre o irlandês antigo (sengoídelc) em: A beginners guide to old irish pronunciation – site Ghaol Naofa. E sobre lições de gaélico ou irlandês moderno em Tír Tairnge: Gaeilge.

Rowena A. Senėwėen ®
Todos os direitos reservados.
(Texto atualizado em 10/04/2021)

Pronúncia do Gaélico Antigo

Primeiramente, a pronúncia do gaélico mudou com o tempo, assim como a do português ou de qualquer língua viva. A pronúncia do gaélico antigo não era a mesma do gaélico moderno.

Em segundo, muitos das figuras do Ciclo Mitológico (por exemplo:  Dagda, Dian Cécht, Nuada) desapareceram há séculos do imaginário irlandês. Em consequência, não há um “verdadeiro” modo moderno de pronunciar esses nomes. Eles pertencem a um período mais antigo da língua.

Em terceiro, o alfabeto usado pelos irlandeses, desde que começaram a escrever, é mais ou menos o mesmo que o nosso, alfabeto romano ou latino: Aa Bb Cc Dd Ee Ff Gg Hh Ii Kk Ll Mm Nn Oo Pp Qq Rr Ss Tt Vu Xx Zz.

Importante lembrar: Algumas dessas letras (como h, k, q, z) eram pouco usadas e quase sempre em palavras derivadas do latim.

Em quarto, o gaélico tinha (e tem) muito mais sons do que o alfabeto romano permite registrar. Quase todas as consoantes chegam a ter 3 sons diferentes, as vogais podem ser longas ou breves, além de outras peculiaridades que tornam extremamente difícil representar a pronúncia. Essa é a razão do aspecto absurdo de uma página inteiramente escrita em gaélico.

Logo, as indicações abaixo são meramente aproximativas e referem-se ao gaélico antigo.

Áine – ánya
Óengus – engus (u como no inglês bus)
Badb – bádhv (dh como th no inglês that)
Bile (árvore sagrada) – bílyuh
Boann – búann
Brigit – bríydj
Cailleach – kályex (x tem o som do j em espanhol)
Dagda – dárrda (rr é o som do r francês)
Danu – dánu (mas o nome não existe na literatura)
Dian Cécht – djyán kyéxt
Ériu – éry-u
Flidais – flídhash
Goibniu – góvynyu
Ler – lyer
Lugh – lug (como o g de agora)
Macha – máxa
Manannán mac Lir – mánannaan mák lyir
Morrígu – mór rígu
Nuadu – nuadhu (u como no inglês bus)
Ogma – órrma (rr como acima)
Scathach – skáthax (th como no inglês think)

Bellouesus Isarnos
Assim, considera-te recepcionado, com meus votos de encontrares aqui algo que desperte teu interesse ou, na pior das hipóteses, não te entedie.

Bellodunon:
www.bellodunon.wordpress.com
Nemeton Beleni:
www.nemetonbeleni.wordpress.com
Scribd:
http://pt.scribd.com/Bellovesos

Sonas ort… Felicidades a todos!
Rowena A. Senėwėen ®

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.

Direitos Autorais


A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e sites consultados na pesquisa dos textos, clique aqui.