Lua do Salmão – Agosto (HN) | Fevereiro (HS)

Agosto em gaélico é “Lúnasa” e no Calendário de Coligny é “Edrinios”, o tempo da decisão. Simboliza os campos da Mãe Terra, a colheita dos nossos frutos. Esperar sabiamente pela chegada da colheita é aceitar o movimento da Roda, que requer certo sacrifício da nossa parte, tal como Tailtiu, a mãe adotiva de Lugh. Corresponde ao mês de Fevereiro no Hemisfério Sul.

Em gaélico irlandês: Lúnasa = Agosto 

As meditações feitas durante a Lua Cheia ou a Nova são sugestões que nos auxiliam para aumentar a consciência e aguçar a percepção e, assim, reequilibrarmos a nossa energia, através de orações pessoais, inspiradas nos poemas de Carmina Gadelica ou Amergin.

Vivenciamos um período de paz entre o Festival de Lughnasadh e o Equinócio de Outono. Época do ano em que os dias são quentes e abafados, provocando assim, as conhecidas chuvas de verão. Portanto, o elemento predominante dessa fase é a água.

“Eu sou o salmão da sabedoria.”

Para acessar esse conhecimento, tal como o Salmão da Sabedoria, que ao comer as nove avelãs do Poço de Segais, no Rio Boyne, e adquiriu os dons da profecia e da poesia, é preciso tomar a decisão firme de confiar na vida e seguir o seu fluxo.

Bênçãos do Céu, da Terra e do Mar!

Parte do livro Brumas do Tempo
Todos os direitos reservados.

Rowena A. Senėwėen ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.

Website:
www.templodeavalon.com
Brumas do Tempo:
www.brumasdotempo.blogspot.com
Três Reinos Celtas:
www.tresreinosceltas.blogspot.com


Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e sites consultados na pesquisa dos artigos, clique aqui.