Sugestão para celebrar Imbolc

Imbolc é um festival de purificação e de boas-vindas às primeiras manifestações da primavera, época na qual celebramos as bênçãos de Brighid, a cura e o retorno do Sol. Ideal para se fazer banhos de ervas e defumações com zimbro ou Saining (palavra gaélica) para purificar locais ou pessoas.

A seguir, uma sugestão para comemorarmos essa data tão especial do calendário druídico, com um ritual baseado no Druidismo com ênfase no Reconstrucionismo Celta.

Na véspera, prepare uma “Cruz de Brighid” e faça uma boa limpeza na sua casa, tanto física como espiritual, assim como no local onde será realizado o ritual. No dia seguinte coloque tudo que irá precisar por perto: três caldeirões, incensos, água, fósforos, uma vela branca, uma maçã, uma taça com leite e flores brancas.

Coloque os três caldeirões no centro do seu bosque sagrado. No caldeirão da esquerda coloque a água representando o Reino do Mar, no caldeirão do centro a vela branca representando o Reino do Céu e no caldeirão da direita coloque as flores brancas representando o Reino da Terra.

Defume o bosque sagrado e coloque-se em contato com os três reinos, dizendo:

“De Norte a Sul, de Leste a Oeste… Iniciamos a jornada, abençoados pelo Céu, a Terra e o Mar. O Céu infinito que brilha sobre nós, o Mar eterno que nos rodeia e a Terra sagrada que sempre nos apóia. Estamos reunidos hoje para homenagearmos Brighid, a Senhora do Fogo, celebrando um novo tempo através do Festival de Imbolc. Que haja paz entre os mundos!”

Comece o ritual honrando a Mãe Terra, fazendo-lhe uma oferenda, que poderá ser um alimento, fruta, bebida, flores ou uma poesia. Coloque suas mãos no chão e diga:

Mãe Terra

“Mãe Terra, mãe de todos os povos
E de todas as fontes de água sagrada,
Agradecemos o poder que flui através de você,
Proporcionando-nos vida farta e abençoada.”

Aceitai agora, nossa sincera gratidão!

Coloque sua oferenda num prato na frente dos caldeirões. Sugestão: maçã.

Declaração do Propósito

“Declaro ser aqui o meu Bosque Sagrado, onde todos os tempos e lugares se encontram. Faça-se como a árvore do mundo, o eixo central da vida, que conecta a terra aos céus, de modo que os espíritos afins e os seres de boa vontade sejam bem-vindos para compartilhar este rito sagrado!”

Estabelecendo contato com o caldeirão do centro (Céu)

“Acendo o fogo sagrado na sabedoria, no amor e no poder.
Fogo sagrado, que nos inspira e faz a alma resplandecer.”

Acenda a vela branca dentro do caldeirão e diga:

“Imbolc simboliza a esperança do amanhecer primaveril, que para os celtas era representado pelo nascimento das primeiras ovelhas assim como a celebração da Deusa Mãe que dá à luz e com seu leite sagrado, alimenta a nova vida. Este ritual é dedicado à Brighid, Senhora da Inspiração.”

Estabelecendo contato com o caldeirão da esquerda (Mar)

“Nas profundidades da terra fluem as águas da inspiração.
As águas sagradas que se unem às profundezas da alma e do coração.”

Com o caldeirão da água, molhe os dedos e faça o símbolo do triskle ou da cruz celta na testa, pedindo pelas bênçãos de Brighid. Esse é o momento para pedir por alguma cura física ou espiritual.

Estabelecendo contato com o caldeirão da direita (Terra)

“Das profundezas às alturas, encontra-se a árvore sagrada.
A árvore do mundo que nos conecta a essa grande luz dourada.”

Em volta do caldeirão com as flores coloque a “Cruz de Brighid”, que será abençoada pelos três reinos e consagrada à Senhora do Fogo e posteriormente pendurada na porta da entrada da casa ou do seu quarto. Aproveite também para pedir luz e proteção aos seus entes queridos e para todo o planeta.

Abrindo os Portais

“Manannán Mac Lir, Senhor do Portal, você que guiou nossos antepassados para a Ilha do Eterno Verão, abra agora os portais do caminho e transmita as boas-vindas à Brighid, a Deusa guerreira do fogo, do lar e da família.”

Honrando as Três Famílias

“Neste altar, pelas bênçãos dos Deuses, dos antepassados e dos espíritos da natureza, celebramos a luz brilhante de Brighid com a chegada dos primeiros indícios da primavera, dando início a um novo despertar. Fáilte… Sejam todos bem-vindos nesta festa de alegria e reverência!”

Prece a Brighid

Brighid, convoco o seu poder
Brighid, do fogo sagrado
Brighid, das águas cristalinas
Brighid, do manto consagrado.

Que o seu poder de cura esteja em nós!

Brighid, que cura e protege
Brighid, que inspira e transforma
Brighid, que cuida e consola
Brighid, que forja a própria forma.

Que o seu poder de moldar esteja em nós!

Brighid, Senhora dos bardos
Brighid, a chama tríplice do fogo
Brighid, a magia do povo encantado
Brighid, a eterna luz que agora eu rogo.

Que o seu poder de inspiração esteja em nós!

Brighid, que está acima de nós
Brighid, que está abaixo de nós
Brighid, que está em torno de nós

Abençoai-nos com os poderes do Céu, da Terra e do Mar!

Faça uma oferenda a Brighid. Sugestão: uma taça de leite com mel ou cerveja de trigo.

Aproveite a energia de Imbolc para receber uma mensagem dos oráculos. Sugestão: Runas ou Ogham.

Agradecimentos e encerramento do ritual

“Agradecemos a Brighid por este dia iluminado… A alegria no coração, a proteção à nossa casa e as bênçãos da nossa vida. Slán go fóill… Que Brighid, nossa Deusa amada, regresse em paz!”

“Deuses resplandecentes, espíritos da natureza e queridos ancestrais, agradecemos suas presenças neste rito sagrado. Slán go fóill… Que as Três Famílias regressem em paz!”

“Manannán Mac Lir, agradecemos sua abençoada presença pelas brumas do tempo neste rito sagrado. Slán go fóill… Que o Senhor do Portal regresse em paz!”

“Mãe Terra, agradecemos por nos proporcionar vida farta e base sólida neste lar, elementos necessários para a realização deste rito sagrado. Slán go fóill… Que nossa Mãe Terra regresse em paz!”

Agradecemos as bênçãos do Céu, da Terra e do Mar, o rito agora está encerrado. Slán!

(Ritual baseado nos princípios da Ordem Druídica ADF – Árn Draíocht Féin – A Druid)

Extraído do livro Brumas do Tempo
Todos os direitos reservados.

Celebrações: Festival de Imbolc

Rowena A. Senėwėen ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.

Website:
www.templodeavalon.com
Brumas do Tempo:
www.brumasdotempo.blogspot.com
Três Reinos Celtas:
www.tresreinosceltas.blogspot.com

Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e sites consultados na pesquisa dos textos, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.