Sugestão para celebrar o Outono

O ciclo das colheitas marca um período de paz e equilíbrio, quando o dia e a noite se tornam iguais. Agora é tempo de se fazer uma avaliação em tudo o que foi plantado e colhido. Os grãos do ápice do outono serão as sementes da próxima primavera.

É um ciclo que termina para outro começar.

Para celebrarmos o Festival de Outono, sugerimos um ritual que poderá ser feito individualmente ou em grupo. Esta é uma sugestão, igualmente, baseada no Druidismo sob uma ótica Reconstrucionista.

Dedicamos este festival aos Deuses da mitologia galesa.

Prepare o local onde será realizado o ritual com folhas secas, grãos, sementes e o com o que amadureceu recentemente. Você irá precisar de três caldeirões, incensos, água, fósforos, uma vela marrom, uma maçã, cerveja, vinho ou suco de frutas e pão de cereais. Use um Ramo de Prata, sino ou de um tambor para produzir uma batida xamânica durante o rito.

Coloque os três caldeirões no centro do seu Bosque Sagrado. No caldeirão da esquerda coloque a água, representando o Reino do Mar; no caldeirão do centro a vela marrom, representando o Reino do Céu e no caldeirão da direita os grãos e as sementes representando o Reino da Terra. Defume o local, três vezes no sentido horário. A seguir, entre em contato com os Três Reinos:

“De Norte a Sul, de Leste a Oeste, iniciamos a jornada, abençoados pelo Céu, a Terra e o Mar. O Céu que está acima de nós e representa a magia do fogo sagrado. O Mar que está em torno de nós e representa a inspiração do poço sagrado. E a Terra que está sob nossos pés representa o pilar de sustentação da árvore sagrada. Celebramos as bênçãos da Segunda Colheita, através do Festival do Equinócio de Outono. Que haja paz entre os mundos!”

Mãe Terra

Iniciamos o ritual honrando a Mãe Terra, fazendo-lhe uma oferenda, que poderá ser um alimento, fruta, bebida, flores ou uma poesia. Coloque suas mãos no chão e diga:

“Mãe Terra, portadora de toda a vida, que percorre a terra verde às nascentes que brotam do teu ventre, nós lhe honramos com a chegada do outono, agradecendo por nos sustentar neste rito sagrado. Mãe Terra, aceitai a nossa eterna gratidão!”

Coloque sua oferenda num prato na frente dos caldeirões. Sugestão: maçã.

Declaração do Propósito

“Estamos reunidos no Bosque Sagrado para celebrarmos o Festival de Equinócio de Outono, através da segunda colheita. Um momento de paz e equilíbrio, onde a estação da luz começa a dar lugar à estação escura do ano. É tempo de agradecer os frutos colhidos, que nossos pensamentos, palavras e ações cultivaram. Este ritual é dedicado aos Deuses Mabon e sua mãe, Modron, Deusa da terra e da fertilidade.”

Contato com o caldeirão do centro (Reino do Céu)

“Acendo o fogo sagrado que desperta a força maior, a luz verdadeira que queima dentro de nós, mostre-nos o nosso brilho interior!”

Acenda a vela marrom dentro do caldeirão e diga:

“Fogo Sagrado, brilhe dentro de nós!” Repetir 3 vezes.

Contato com o caldeirão da esquerda (Reino do Mar)

“Águas Sagradas que correm debaixo dos nossos pés, poderes das profundezas que fluem de dentro de nós, mostre-nos o caminho que nos leva de volta a Avalon!”

Com o caldeirão da água, molhe os dedos, faça o símbolo do triskle ou da cruz celta na testa e diga:

“Águas Sagradas, fluam de dentro de nós!” Repetir 3 vezes.

Contato com o caldeirão da direita (Reino da Terra)

“Árvore Sagrada, que das raízes da terra se eleva ao céu, sabedoria que cresce forte e perene dentro de nós, mostre-nos a nossa força interior!”

Eleve o caldeirão da terra com os grãos e as sementes até a altura da testa e diga:

“Árvore Sagrada, cresça dentro de nós!” Repetir 3 vezes.

Abrindo os Portões entre os Mundos

“Bem-vindos ao Bosque Sagrado, local que estabeleceremos como sendo o Centro Sagrado dos Mundos. Neste centro sagrado, abriremos agora os portais para o Outro Mundo, onde os nossos antepassados, os espíritos da natureza e os Deuses residem. Assim que os portões se abrirem, peço que as Três Famílias se juntem a nós, abençoando-nos e protegendo-nos durante o ritual do Equinócio de Outono, em troca, aceitem a nossa sincera gratidão!”

Faça uma oferenda às Três Famílias. Sugestão: copo de cerveja.

Oração a Mabon

Ó grande e poderoso Mabon
Que ao ser libertado,
Trouxe claridade à escuridão.

Venha a nós como o Portador da Luz
Venha a nós como o Portador da paz
Venha a nós como o Portador das colheitas

Ó grande e poderoso Mabon
Aceite a nossa gratidão!

Faça uma oferenda a Mabon. Sugestão: taça de vinho.

Oração a Modron

Modron, a Mãe Divina de Mabon
Modron, a Senhora de Avalon
Modron, a Portadora das Colheitas

Mãe Terra, no momento do equilíbrio,
Confiamos nossas vidas aos seus cuidados
Senhora, traga-nos sempre a paz, o amor e a lucidez

Ó Modron amada, aceite a nossa gratidão!

Faça uma oferenda a Modron. Sugestão: pão de cereais.

Em seguida, faça uma pausa para a meditação e pense sobre os frutos colhidos. Receba as bênçãos dos Deuses através da leitura dos oráculos. Sugestão: runas ou ogham.

Agradecimentos e fechamento dos Portões

Pelas bênçãos dos três mundos e dos Poderosos Seres Brilhantes que nos abençoaram, com alegria em nossos corações, vamos levar a magia do Bosque Sagrado para nossas vidas diárias. Cada vez que adentramos o Outro Mundo, mais fortes e conscientes nos tornamos. Agora nos preparamos para partir dando graças àqueles que nos ajudaram.

A Modron, nós lhe agradecemos… Awen!
A Mabon, nós lhe agradecemos… Awen!
Às Três Famílias, nós lhe agradecemos… Awen!
Aos Três Reinos, nós lhe agradecemos… Awen!
À Mãe Terra, nós lhe agradecemos… Awen!

Deixe que o fogo brilhe na chama, que a água flua no poço, que a terra fertilize a verdade… E que os portões entre os mundos agora possam ser fechados.

Caminhando com sabedoria, filhos da Terra, declaro que o ritual de Outono está encerrado!

(Ritual baseado nos princípios da Ordem Druídica ADF – Árn Draíocht Féin – A Druid)

Extraído do livro Brumas do Tempo
Todos os direitos reservados.

Celebrações: Equinócio de Outono

Rowena A. Senėwėen ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.

Website:
www.templodeavalon.com
Brumas do Tempo:
www.brumasdotempo.blogspot.com
Três Reinos Celtas:
www.tresreinosceltas.blogspot.com

Direitos Autorais

A violação de direitos autorais é crime: Lei Federal n° 9.610, de 19.02.98. Todos os direitos reservados ao site Templo de Avalon : Caer Siddi e seus respectivos autores. Ao compartilhar um artigo, cite a fonte e o autor. Referências bibliográficas e sites consultados na pesquisa dos textos, clique aqui.

"Três velas que iluminam a escuridão:
Verdade, Natureza e Conhecimento." Tríade irlandesa.